sábado, abril 12, 2008

Minhas noites doces e apimentadas.


Este filme, My Blueberry nights foi uma das melhores coisas para meus olhos e meus ouvidos. Fazia tempo que não levitava assim, com algumas imagens, o som doce nos ouvidos e a incrível beleza das cores impressas na tela.

Comecei a assistir ao filme comendo uma especiaria que criei não por opção, mas pela falta de:

Um macarrão instantâneo com tempero mexicano picante, molho shoyu, legumes e vegetais. Esta combinação mexeu com meu olfato, pois o aroma era intrigante. O sabor, que geralmente é leve, intensificou-se por causa do tempero apimentado. Eu tinha duas culturas diferentes na boca, e encarava as cenas de My blueberry nigths. Blueberry é o nome de uma torta doce. Eu comia aqui deste lado, Norah Jones lambuzava-se com a torta doce acompanhada de uma bola de sorvete. Eu também queria comer a torta, mas não desprezava o sabor do meu prato.

O que dizer do pôster do filme acima? Lindo. Realmente lindo.

Jude Law está no elenco. Ele é perfeito, perfeito pra mim. rs.
Ele atua cada vez melhor. Ele pode fazer qualquer coisa.
Existe uma passagem, logo no início em que Jude diz algo sobre um conselho materno. Sua mãe dizia para ele que quando estivesse perdido, para não sair do lugar. Esperar até alguém encontrá-lo.

Aí... isto ficou ecoando. De fato, ficou.

Pensei nas pessoas que conheço que não saem do lugar, ou saem em pequenas passadas amendrontadas, para não se afastar muito do ponto de origem.
Às vezes pensamos que são covardes, que não se arriscam.
Mas agora imagino que podem estar simplesmente perdidos. Não saem do lugar, pois mal sabem onde estão.

Como afastar-se do ponto de origem, se o mesmo é desconhecido?


*That´s all folks*


5 comentários:

Diogo Costa disse...

o lance do roteiro... essa eu pagava pra ver, rs. Você podia publicar aqui as cenas.

Abração Ana.

Anônimo disse...

faz tempo que eu tô querendo ver esse filme só por causa da Cat "Deus" Power. pena que a participação dela é minúscula.

a propósito, eu já comi o tal miojo com tempero mexicano depois de algumas latinhas de cerveja e devo dizer que ele tomou o posto do meu ex-preferido miojo de galinha caipira, hehe.

fredson.

thiago s. cardoso disse...

Ana Paula, estou viciado em seu blog, você é uma droga, se me entende bem. E eu quero ficar dependente dela, digo, das suas letras. Não avisa a polícia não, viu? Abraço cara "sullen girl".

ana paula disse...

;)... valeu gente!
eu adoro compartilhar esses comentários.

Mani disse...

Ana Paula,

Vou tentar ver esse filme...Vim por indicação da Laura...E vou ficar por aqui, lendo mais e mais.