domingo, novembro 02, 2008

A insatisfação dos outros.

Se você escreve sobre o submundo esteja localizado aonde estiver, reclamam que você não olha para o sobremundo.

Se escreve sobre uns sujeitos pobres que dão duro num subemprego braçal, reclamam que você está esquecendo da classe média.

Se escreve sobre a classe média, te acusam de ser burguês e só falar de um "mundinho" de "gentinha".

Se escreve sobre homens, te cobram escrever sobre as mulheres.

Se escreve com alguma violência te perguntam o porquê de tanta violência.

Se escreve sobre o amor, te acham frouxo.

Se fala sobre degenerados, te cobram os honestos.

Vá entender...



*That´s all folks*

3 comentários:

Henrique Araújo disse...

se pura e simplesmente não escreve, as pessoas te cobram livros...

é a vida...

Simone disse...

hahaha. Muito bom.
Talvez os livros devessem ser apresentados em duplas. Assim: um burguês, caótico e sentimental com um mundo-cão, linear e violento. Aí sempre poderia ser dito, não gostou? leia o outro.

Eric disse...

Outro dia vi uma tirinha da mafalda assim: A mãe lendo um jornal e ela "mãe, o que você está lendo aí?". Mãe "estou anotando uma receita para o almoço". Ela "é uma receita gostosa?". Mãe "é sim, peixe ensopado". A Mafalda "Odeio a liberdade de imprensa!".
Something like that.