quinta-feira, janeiro 04, 2007

Não alimente os pombos

"Acerto um pombo com um estilingue, que tomba para a esquerda, mas não cai. Odeio essas aves que insistem em dividir o mesmo espaço comigo. Meu constante mau humor às vezes me incomoda, a falta de dinheiro também. Não vejo muitas possibilidades adiante e imaginar-me daqui à vinte anos vivendo a mesma porcaria de vida e a sensação de terminar meus dias num tonel masturbando-me em troca de centavos, uma espécie de atração asquerosa; é preferível atirar-me desse sótão e ser comido pelas aves. Penso que esses malditos pombos comeriam a minha cara, ou melhor, eles me comeriam até os ossos e depois me cagariam por toda a cidade. Praças, igrejas, escolas, carros. Haveria Dimitri por todos os cantos. Eu faria uma lambança".

[trecho do romance A Guerra dos Bastardos _ ana paula maia]


Ahhhhhhhhhhhhhhhhhhh...............



Se agluém está esperando assim como eu por esta pérola trash.......assista ao trailer do filme "Grindhouse" clicando aí embaixo.


http://www.youtube.com/watch?v=I6l-InqDHmA



*That´s all folks*

4 comentários:

ediney santana disse...

fiz a leitura de todo o teu blog e adorei as linhas e as entre-linhas

Paulodaluzmoreira disse...

Gostaria de te convidar para ler e dar qualquer palpite sobre um conto que acabei de postar no meu blogue - paulodaluzmoreira.blogspot.com.

Roberto Queiroz disse...

Ana Paula, Estou passando para falar sobre o meu novo blog (http://claque-te.blogspot.com) onde eu escreverei sobre filmes que chamaram minha atenção enquanto
que o the cave ficará como um panorama global do que está rolando na sétima arte ultimamente. Além disso, há textos meus de 15 em 15 dias no portal
Reação Cultural (http://reacaocultural.blogspot.com), uma revista virtual da qual participo.

Abraços do crítico da caverna.

Simone disse...

Estou mais é a fim do "Black snake moan"...
E gostei do "masturbar-se num tonel", é uma imagem tão repugnante quanto poderosa.